sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Só sei falar de saudade.


Já faz alguns dias que não escrevo no blog. Alias, alguns meses que ando muito em falta com a internet. Nem parece que estou com tantas novidades. Tenho tanta coisa pra contar e não sei por onde começar, mas acho que esse texto não vai sair agora.
Neste momento estou nostálgica. Com uma saudade imensa da minha terra, juro que se o Gugu aparecesse aqui, eu pediria para participar daquele quadro: “De volta para minha terra”. Neste momento estou com um livro que ressalta as belezas de Recife. Chego até a me encher de lagrimas quando vejo a foto do Galo da Madrugada, tento até ensaiar uns passos de frevo mesmo sem musica, sem falar que tem uma foto de um cozido maravilhoso, lembrando do cozido eu lembro inclusive de Tia Dilza, essa sim que adora um cozido rsrsrs.
Passeio as folhas e as fotos do Recife Antigo brilham para mim, e me remete a lembranças de momentos maravilhosos que passei na cidade. Agora a pouco alguém chegou perto de mim e pode escutar o forró que toca no meu fone de ouvido. Oh saudade da sala de reboco, onde todo mundo reclama mas acaba sempre dizendo que é o melhor lugar para se dançar agarradinho.
Em breve estarei passando alguns dias, voltarei a desfrutar de tudo isso e com certeza a emoção de um coração recifense será sempre maior.

3 comentários:

Solange disse...

Filha amada,
Não importa onde você esteja, o Recife sempre estará aqui lhe esperando...
Se o carnaval quiser o Galo não vai se acabar ... e, além de tudo, outros carnavais virão. ..não é verdade?!!
Às vezes precisamos sacrificar algumas coisas para o nosso progresso pessoal, social, espiritual ... não importa ... progresso é sempre progresso ... lembre-se que independemente de qualquer coisa, Deus, move as montanhas para o nosso progresso, pq não poderemos ficar parados no tempo ...
Assim, encare sua distância como uma pequena chuva no tempo de sua vida ...
beijos e eu te amo muito....

Solange disse...

Filha amada,
Não importa onde você esteja, o Recife sempre estará aqui lhe esperando...
Se o carnaval quiser o Galo não vai se acabar ... e, além de tudo, outros carnavais virão. ..não é verdade?!!
Às vezes precisamos sacrificar algumas coisas para o nosso progresso pessoal, social, espiritual ... não importa ... progresso é sempre progresso ... lembre-se que independemente de qualquer coisa, Deus, move as montanhas para o nosso progresso, pq não poderemos ficar parados no tempo ...
Assim, encare sua distância como uma pequena chuva no tempo de sua vida ...
beijos e eu te amo muito....

Nine disse...

Amiga não se preocupe,se não existir mas o galo eu fundo um bloco chamado:"O pintinho da manhã",só pra vc frevar,e quanto ao Recife Antigo,tá antigo mesmo,nem de perto lembra aquelas baladas e a sala de reboco eu não conheço,mas dá pra fazer um"terraço de taipa"pra tu forrozear.rsrsrsrsrs.Você é a cara dessa terra q é tão gostosa de viver e entendo sua saudade.Ahh e descobri um pega-bebo que tem um cozido divino!!!Marcado pra qdo tu chegar.Bjs.